s.t.

caminho, trôpego,
a voz rouca de uma
tia-avó que só fumava
de quem nunca mais soube.
tropeço,
a laranjeira que crescia
no jardim da infância
que podaram até
às raízes.
reconheço os cômodos
da casa que já não
é mais a mesma,
que já definha como
tudo, como eu mesmo,
e sigo, em frente,
na via de mão dupla
da memória.

-2018

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s